quinta-feira, 26 de maio de 2011

DIA DE LUTA





há um clamor nas ruas
uma passeata de vozes
avança pela cidade
- além do imposto medo
sobre temas proibidos.

há um clamor nas ruas
crescendo por onde vou
liberando no meu sangue
o sentimento do mundo
contra o sufoco gerado
pelo sistema dos homens
negando humanos direitos.

há um clamor nas ruas
pulsando na carne viva
meu coração coletivo
manifestante e vivo.

há um clamor nas ruas
sem domínio da cidade
é urgente proclamar
esse desejo que arde
nos dias novos da gente
- a mais viva liberdade.


São Paulo, 1977.



(do livro AMERICANTO AMAR AMÉRICA,
Juareiz Correya
- Nordestal Editora, Recife, 1982)


________________________________________
Transcrito do livro AMERICANTO AMAR
AMÉRICA E OUTROS POEMAS DO SÉCULO 20,
Juareiz Correya
- Panamérica Nordestal, Recife, PE, 2010


Nenhum comentário:

Postar um comentário