terça-feira, 30 de agosto de 2016

AMERICANTO AMAR AMÉRICA : Opinião de Nagib Jorge Neto






     "(...)
   
     Mas as vozes não conseguem quebrar as ameaças no ar e um poeta caminha solitário e reconhece : "mastigo os ares como uma granada / multiplangente, me afogo no meu suor / bêbedo, com estrelas e planetas nos bolsos."  São as armas da maioria que assim tem de lutar, pois "há um clamor nas ruas / uma passeata de vozes / avança pela cidade / - além do imposto medo / sobre temas proibidos", como constata Juareiz Correya em AMERICANTO AMAR AMÉRICA.

     Há um clamor nas ruas / pulsando na carne urbana / meu coração coletivo / manifestante e vivo / há um clamor nas ruas / sem domínio da cidade / é urgente proclamar / esse desejo que arde / nos dias novos da gente / - a mais viva liberdade." (NAGIB JORGE NETO) 



 (A Literatura em Pernambuco / 
   Projeto Ícones Pernambucanos
   - Assembléia Legislativa de Pernambuco,
   Recife, PE, 2003)


___________________________________________________
Transcrito do livro AMERICANTO AMAR AMÉRICA  
E OUTROS POEMAS DO SÉCULO 20, de Juareiz Correya
- Panamerica Nordestal Editora, Recife, PE, 2010