terça-feira, 29 de setembro de 2009

AMERICANTO AMAR AMÉRICA (7)

América
teus gritos metem jovens nos meus ouvidos
de todas as cores & raças mesclados
irmãos nas ruas largas cantando canções
me arrastam alegorias
& países fantásticos de painéis
aramadilhas de anúncios luminosos
& cavalos voadores & dragões
& poetas que alimentam-se de bombas atômicas
& ventres duros de fome
& choros de crianças guitarras
& mundos inteiros ansiando a hora
em que o fogo da minha carne
destrua os lobos & abutres & porcos
comedores de cabeças

terça-feira, 15 de setembro de 2009

AMERICANTO AMAR AMÉRICA (6)

América
tuas veias correm lavras vulcânica
no meu corpo todo possuído
& pelos meus poros estraçalhados
entram bandos de sóis argentinos explosivos
como noites espanholas
& eu me desespero poeta errante & louco
sambando & cantando loas africanas
nas duas dos teus seios impetuosos
& vôo com os meus pés alados
na planície arenosa de púrpura & sal
para não descansar jamais





quarta-feira, 9 de setembro de 2009

AMERICANTO AMAR AMÉRICA (5)


América
eu bebo no teu suor correntes
de petróleo & ouro & loucura
eu sou um doido & bebo êxtase de tua boca
licores estranhos & luxuriantes escorrem
& umedecem-me a pele coberta de ilhas
dos Andes crispada
teu abraço carregadoesmagadormultiplo
como avalanches multi modas coloridas
vermelho azul tuas pernas monstruosas
rasgam os panos de nuvens de galáxias
& me esmagam com todos os desejos
com toda a energia dos teus músculos de ferro
com toda a fúria das tuas células famintas
milhões de balas & besouros
guerrilheiros tupamaros estalando nos varais
da república desvairada & pombas brancas
carregadas de dinamites para festas
nas selvas & nos pântanos urbanos

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

AMERICANTO AMAR AMÉRICA (4)

América
tua cabeça vomita jovens famélicas
ninfomaníacas crianças sensuais
& doces meninas
brigando sexualmente pela minha carne
espalhada em todos os lugares
em todos os bares
em todas as praias
em todos os cinemas
em todos os caminhos que vão & voltam
em todos os espetáculos
em todas as feiras
em todas as casas minha carne ardente
espalhada sobre as estrelas & a gosma
& os satélites & o câncer
& os automóveis luxuosos & a carniça
& os prazeres financiados & a merda
dos estados unidos