terça-feira, 15 de setembro de 2009

AMERICANTO AMAR AMÉRICA (6)

América
tuas veias correm lavras vulcânica
no meu corpo todo possuído
& pelos meus poros estraçalhados
entram bandos de sóis argentinos explosivos
como noites espanholas
& eu me desespero poeta errante & louco
sambando & cantando loas africanas
nas duas dos teus seios impetuosos
& vôo com os meus pés alados
na planície arenosa de púrpura & sal
para não descansar jamais





Nenhum comentário:

Postar um comentário