segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

POETAS DE PALMARES (1973) : "CANÇÃO", de Juareiz Correya






"Canção", da antologia 
POETAS DE PALMARES (1973) 




......................................................

Poemas gargaloam secamente até a minha boca 
e os meus gritos gelam as estrelas que ardem 
dentro das salas onde são seviciados e torturados 
os homens do meu tempo, 
onde a minha geração sacrifica-se 
pelo bezerro de ouro das igrejas depravadas 
e os anjos bíblicos 
forjam cadeias para as suas alegrias.   


___________________________________________ 
Página (22) do livro impresso 
AMERICANTO AMAR AMÉRICA 
E OUTROS POEMAS DO SÉCULO 20, 
de Juareiz Correya  
(Panamerica Nordestal Editora, Recife, PE, 2010) 





Nenhum comentário:

Postar um comentário