domingo, 1 de novembro de 2015

"RETRATO 3 X 4 DE JUAREIZ CORREYA" (5) - Texto de Jaci Bezerra







"..............................................................


     Este livro de Juareiz Correya, que reúne produções de várias épocas já publicadas anteriormente sobretudo em forma de livretos e folhetos de cordel, sendo, no seu conjunto, o discurso de parte de uma vida, a sua, pode ser encarado, por outro lado, como representativo de uma fase agressivamente renovadora da poesia brasileira atual : exatamente a que vem sendo imposta pelos movimentos alternativos.

     Ao contrário dos donos da cultura, que olham com desprezo e nojo, ou, no mínimo, complacentemente, essa poesia através da qual os novos rompem e escancaram o hímen da poesia, isso de maneira salutarmente rebelde, não tenho dúvidas de que ela veio para ficar. E um exemplo, entre muitos, é constituído por este livro. Discursivo, às vezes, mas sobretudo, e acima de tudo, a criação de um poeta que é verdadeiramente poeta. Nele, devo confessar que me vejo, e nele vejo uma força vital, que cresce, que sobe e avança, e se colocando ao largo das tristes mesquinhezas humanas, continuará batendo e pulsando no coração do homem, esse barro frágil que respira e anda."
(JACI BEZERRA) 



(Posfácio de AMERICANTO AMAR AMÉRICA, 
Nordestal Editora, Recife, PE, 1982) 


_______________________________________________
Transcrito do livro AMERICANTO AMAR AMÉRICA
E OUTROS POEMAS DO SÉCULO 20 
- de Juareiz Correya / 
Panamerica Nordestal Editora, Recife, PE, 2010


Nenhum comentário:

Postar um comentário